Debora Genta

Coral Essência festeja os 50 anos da AD-Madureira em Quitaúna

Neste ano a igreja Assembleia de Deus Madureira de Quitaúna comemora 50 anos. Para a celebração escolheu o tema “Não podemos parar”, que tem como texto base “Pois eu estou certo de que Deus, que começou esse bom trabalho na vida de vocês, vai continuá-lo até que ele esteja completo no Dia de Cristo Jesus.” filipenses 1:6, NTLH. A igreja é comandada pelo pastor Ademir Bispo e por sua esposa pastora Mirian Galvão, os pastores presidentes do campo Madureira de Osasco são Márcio T. Vergniano e Elza M. Vergniano. Composto por jovens, Coral Essência, iniciou as festividades nos dias 2 e 3 de novembro, ele é liderado por Izabel Vieira e Samuel Oliveira.

No dia 2 (sábado), houveram participações especiais dos corais de jovens das igrejas da Vila Dirce e Helena Maria que glorificaram a Deus com louvores. E contamos também com a presença do pastor Noel que ministrou sobre o tema proposto pela igreja. Ele comparou a corrida “São Silvestre” com o tema “Não podemos parar”, pois os competidores desejavam terminar os seus objetivos por mais que difíceis fossem, e nós, do mesmo modo, como atletas da fé não devemos desistir, porque qualquer prêmio deste mundo não supera o que vamos ganhar quando terminarmos a corrida da fé. O pastor encerra sua fala explanando os três tipos de obra: serviço, santificação e salvação.

No dia 3 (domingo), ocorreu a programação de costume, entretanto houve um diferencial, que foram os hinos da harpa cantados por alguns jovens do Coral Essência. A ministração foi por conta do pastor Eduardo que abordou além de Filipenses 1:6, Habacuque 3:19, “O Senhor Deus é a minha força. Ele torna o meu andar firme como o de uma corça e me leva para as montanhas, onde estarei seguro.” NTLH. O ministrante comentou que mesmo em tempos difíceis e situações complexas não podemos parar, pois Deus sempre estará conosco para nos amparar.

Os dois dias de culto superaram as expectativas, e o objetivo que era adorar Deus, foi cumprido. O Coral Essência se preparou excelentemente, fizeram orações todos os dias às 00h até o dia do culto e um dia antes da festividade ocorreu um jejum. Todos estavam lindamente caracterizados, as mulheres de vestido preto, colar dourado e tiara bege e os homens de roupa social preta, gravata borboleta e suspensório beges. Todos ornando com a decoração dos 50 anos da igreja.

Culto de domingo, Santa Ceia do Senhor, data que celebra os 50 anos da igreja 10/11. (Foto: Debora Genta)

Por Júlia Santos, estudante de jornalismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atualmente, serve a Igreja Assembleia de Deus Madureira de Quitaúna.

Compartilhe

Faça um comentário